Buscar
  • Simone Panko

Meu filho ou Minha filha bateu a boca e agora?

Atualizado: Mar 23

Você sabia que existem vários tipos de traumas que podem acontecer no rosto principalmente na região de boca e queixo?


Os traumas podem acontecer nos tecidos que normalmente são aqueles que conseguimos ver como: lábios, língua, bochechas, queixo, gengiva; mas também tem os dentes e a parte que não vemos como as raízes tanto dos dentes decíduos ou de leite, como comumente chamamos, ou dos permanentes bem como quando o seu filho ou filha só tem dente decíduo temos que visualizar a formação do permanente se de alguma forma foi alterada por isso temos que fazer o exame de raio-x.


Os traumas que acometem os dentes sejam eles permanentes ou decíduos são: concussão, subluxação, luxação lateral, extrusão, intrusão e avulsão. Trinca de esmalte, Fraturas de esmalte, de esmalte e dentina e de esmalte, dentina e polpa. Fratura complicada e não de coroa e raiz. Fraturas horizontais e oblíquas, terço cervical, terço médio, terço apical e fraturas verticais. Você sabia que existem todos esses tipos de traumatismo dentário?


A Avulsão como chamamos é o um dos mais graves no sentido de que o dente saí por completo interior de seu alvéolo. Em dentes permanentes é mais comum na dentição jovem, quando o desenvolvimento radicular está incompleto e o periodonto em formação. Ou seja, em crianças de 5 a 9 anos. As agressões, brincadeira de lutas, boladas no rosto têm como local mais frequente os dentes anterossuperiores e depois os inferiores.

Mesmo um impacto leve como uma queda pode levar a avulsão. Ocorrido o acidente e constatada a perda a pessoa deve recolher o dente se possível recolocando-o, nas situações em que não for possível, deve-se acondicionar em um copo com a saliva, água ou leite até o local de atendimento o mais importante é deixar o dente imerso em um desses líquidos e mais rápido procurar atendimento.

SE FOR UM DENTE DECÍDUO, o reimplante normalmente NÃO é indicado! Mesmo assim guarde-o e leve ao dentista, em alguns casos pode-se fazer o reimplante mas tem que ter cuidado com germe do permanente, ou seja, tem que ver como anda a formação e se pode reimplantá-lo.

Em alguns casos o dente ele pode mudar de cor o que indica que devemos prestar ainda mais atenção quanto ao cuidado, se for dente permanente, obrigatoriamente, temos que fazer o tratamento de canal, pois indica que o nervo do dente morreu que chamamos de polpa.

Mas, se for decíduo, ele pode voltar a sua coloração normal em até 1 ano após o trauma. Aposto que esta diferença entre as cores dos dentes você não sabia. Uma região que foi traumatizada anteriormente ela fica mais sensível a um trauma posterior, o que pode trazer repercussões a formação dos dentes e estruturas.

Normalmente após um trauma temos que ficar ligados pois podemos ter que fazer outros procedimentos como tratamento de canal, colagem de fragmentos, contenção, restaurações.

Você sabia que por mais leve que seja o trauma você deve levar ao cirurgião dentista preferencialmente ao odontopediatra e fazer raio-x de controle para ver se está tudo bem?!

Este tipo de trauma que um dos mais leves é a subluxação e é um dos mais comuns há um sangramento na gengiva e para alguns há uma sensibilidade por isso não damos atenção tendo características simples podem ocorrer repercussões maiores.


A Intrusão é quando o dente entra no alvéolo e radiografamos, em alguns casos acompanhamos para que ele reposicione normalmente, mas em outros casos ou quando ele não reposiciona normalmente ou quando ele está muito para “dentro” temos que reposicionar cirurgicamente e após este reposicionamento temos que fazer uma contenção que é um tipo de aparelho para manter os dentes na posição.


Mas quando é um dente de leite na maioria dos a indicação é de extração pois pode atrapalhar a formação ou provocar um deslocamento no germe do dente permanente.

Quando há fraturas sempre é melhor quando conseguimos guardar o fragmento do dente para recolarmos tanto para estética quanto para o próprio organismo.


Então se seu filho ou filha pratica algum atividade física como futebol americano por exemplo mas também pode ser outros esportes também como handebol, vôlei também ou artes marciais como judô, karatê entre outros o ideal é usar um protetor bucal para protegermos destes traumas, mas quanto as brincadeiras o ideal é eles brincarem mesmo e crescerem como CRIANÇAS!

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo